Conhecido por suas águas cristalinas e natureza preservada, além de uma das maiores extensões alagadas contínuas do planeta, o Mato Grosso do Sul reserva muitas surpresas a seus visitantes! E para quem quer (e pode) viajar por vários dias, indicamos fazer um roteiro Bonito + Pantanal, para aproveitar o melhor dos dois mundos.

Para essas dicas valiosas, convidamos Gustavo Figueirôa, biólogo conservacionista, cofundador da Greenbond Conservation, que faz parte da equipe da SOS Pantanal, e embaixador da WWF Brasil. Apaixonado por natureza, ele conhece bem essa parte do território brasileiro e topou conversar com a gente. Confira!

“Para mim o que não pode faltar numa visita em Pantanal e Bonito…
Em Bonito, eu acho que Abismo Anhumas, Rio da Prata e Buraco das Araras é obrigatório. São lugares espetaculares! E no Pantanal, na região de Miranda tem o Refúgio da Ilha, o Refúgio Ecológico Caiman, a Fazenda San Francisco. Então são lugares também muito legais para conhecer, você observar a vida selvagem, né? Acho que esse é a grande massa do Pantanal: você ver a quantidade de vida que tem lá, animais passando por todos os lados, o tempo todo, muito fácil de ver. Então, eu acho que é um roteiro fácil, que está próximo e contempla o melhor dos dois, o melhor do planalto e da planície”
, conta.

Confira a seguir o detalhamento de cada lugar desse roteiro Bonito + Pantanal.

1 – Rio da Prata

No Rio da Prata, o passeio começa com uma caminhada pela mata ciliar dos Rios Olho d’Água e Prata. A trilha é protegida por uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). O percurso passa por árvores centenárias, orquídeas e bromélias e é possível avistar diversas espécies de aves e muitos mamíferos como: quati, macaco prego, queixada, cotia, tamanduá, cateto.

Ao chegar na nascente do Rio Olho D’Água, uma imensa piscina natural de águas cristalinas. Após essa preparação inicia-se a descida do rio, com uma suave correnteza que leva os visitantes calmamente por um passeio em um mundo subaquático, habitado por dezenas de espécies de peixes e plantas. Ao retornar para a sede da fazenda, um delicioso almoço, tipicamente sul-mato-grossense. Há também um famoso doce de leite do local!

2 – Buraco das Araras

O Buraco das Araras é uma das maiores dolinas do mundo, com aproximadamente 100 metros de profundidade e 500 metros de circunferência, localizada no município de Jardim-MS. O passeio realizado em uma área de preservação de 100 hectares em meio ao Cerrado, sendo 29 hectares destinados a uma Unidade de Conservação Federal.
Para chegar até o ponto de observação, é necessária uma caminhada suave por trilha de 970 metros, com duas plataformas para observação de uma dolina. O melhor: acessível a todos os públicos e perfis de pessoas! A infraestrutura conta ainda com receptivo, loja (aceitam cartões de débito e crédito), banheiros, área de café, redário e acesso à internet via Wi-Fi.

3 – Refúgio da Ilha

Comprometida com a conservação e estudos de seu ecossistema, a pousada pantaneira Refúgio da Ilha oferece atividades de mínimo impacto ambiental com expedições realizadas em pequenos grupos. São rios, matas, corixos, campos, baías e uma das maiores biodiversidades do mundo a serem contempladas através do espetáculo da dinâmica das águas da maior planície inundável do planeta: o Pantanal. O local oferece passeios de barco, passeios de jipe, canoagem, cavalgada, caminhadas, além da opção de passeios especiais.

[Leia também:
Cidade de Bonito (MS): o que você tem que conhecer na região central
5 frutas típicas para provar no Mato Grosso do Sul].

.

4 – Refúgio Ecológico Caiman

Um verdadeiro laboratório natural e social é o que melhor simboliza a criação do Refúgio Ecológico Caiman. São quase 53 mil hectares onde convivem: pecuária extensiva de corte, ecoturismo e geração de conhecimento e preservação do Pantanal.

Falando em ecoturismo, a Pousada Caiman proporciona aos hóspedes integração com a natureza selvagem do Pantanal e a cultura da região. Ainda é possível fazer os passeios: Safári, Pantaneiro Tour (respeitando e valorizando as culturas e as tradições dos seus habitantes), Safari Off-Road, Focagem Noturna, Caminhada Ecológica e Canoa Canadense.

5 – Fazenda San Francisco

A Fazenda San Francisco possui uma grande variedade de fauna e flora. Entre as atividades, apresenta o real funcionamento de uma fazenda: cultivo, produção e afazeres, caminhando juntos com a preocupação da conservação do meio ambiente. Também oferece: Birding in Pantanal, Jaguar in Pantanal, Focagem Noturna, Safari Ecológico entre outras opções para observação de fauna e flora no Pantanal do Rio Miranda.

6 – E claro, o ABISMO ANHUMAS

Se você chegou até aqui, precisamos dizer mais alguma coisa além de “boa viagem”? Aproveite esse roteiro Bonito + Pantanal.