Blog Abismo Anhumas

O mergulho no Abismo Anhumas sob o olhar de um mergulhador profissional

O mergulho no Abismo Anhumas sob o olhar de um mergulhador profissional

30.07.2018.

O que faz um atrativo de ecoturismo ser único em meio a tantos outros lugares no mundo? Segundo Allan Piccinin, mergulhador, instrutor de mergulho e fotógrafo subaquático há mais de uma década, a responsabilidade é de todo um conjunto, que engloba uma paisagem encantadora, uma geografia única. Isso e a possibilidade de contemplação e superação que o local proporciona. E, para ele, o Abismo Anhumas cabe perfeitamente nesta descrição.

Apaixonado pela natureza e pelo meio ambiente aquático, Allan começou a mergulhar e não parou mais. Nos últimos 10 anos, dedicou a sua vida para a prática e o estudo do mergulho e da fotografia subaquática, tanto é que hoje, aos 34 anos, é referência para muitos na atividade de exploração do mergulho.

Como Bonito é um polo turístico referência em mergulho de água doce, decidimos bater um papo com ele para entender, sob o olhar de um mergulhador experiente, tudo o que essa atividade no Abismo Anhumas pode proporcionar para os turistas que desejam se aventurar e contemplar a beleza desse lugar. Leia a seguir.

 

Sobre o mergulho e estar em meio a uma “floresta de cones”

A caverna é formada por dezenas de cones de calcário que preenchem o lago, com formações que atingem 20 metros de altura. Para serem observados mais de perto basta cair na água e flutuar no chamado “vale de cones”. Mas caso você queira observar ainda mais de perto, é preciso obter um certificado de mergulho, estando apto a descer até 18 metros de profundidade e, de fato, estar bem no meio de todos esses cones. E esse era um dos sonhos de Allan.

“Um dos meus objetivos como mergulhador era o de conhecer a ‘floresta de cones’ do Abismo Anhumas. E em 2016 pude realizar meu sonho. Quando cheguei, fiquei encantado. O Abismo Anhumas realmente é único”, conta.

Sobre como superar os seus medos e contemplar a aventura por completa

Antes do mergulho, é preciso realizar uma descida de rapel até o fundo da caverna, são 72 metros (o equivalente a um prédio de 26 andares) que separaram o mergulhador do lago de águas cristalinas. Segundo Allan, é tudo muito seguro, mas é preciso coragem para embarcar a fundo nessa aventura.

No seu caso, foi uma história de superação: “o Abismo não é só mergulho, é rapel, tem o treinamento no dia anterior à descida. Mas mesmo tendo experiência no contato com a natureza, tenho medo de altura e sabia que para realizar o meu sonho, precisaria superá-lo. Tudo isso tornou a aventura mais completa e eu pude viver de verdade o Abismo Anhumas”, comenta.

 

 

Sobre as vantagens do Abismo Anhumas para os mergulhadores

Nesse ponto, é claro que a beleza do local é um dos destaques e o grande motivador para quem deseja se aventurar. Mas existem outros aspectos relevantes, que podem deixar a experiência do mergulho ainda melhor. Para o mergulhador, um desses outros aspectos é a questão da segurança, fundamental em qualquer atividade de ecoturismo.

Segundo Allan, “o Abismo Anhumas é bastante inclusivo, afinal um mergulhador credenciado, mas que está começando a praticar agora, já consegue mergulhar sem maiores problemas. Isso acontece porque o mergulho no Abismo é de águas abertas, ou seja, a caverna não é totalmente alagada. Isso favorece a atividade de quem está começando, porque em uma situação de emergência você consegue acessar facilmente a superfície”.

Além disso, o Abismo conta com todo um apelo imagético por de baixo d’água. A luminosidade e a amplidão do lago favorecem o trabalho de fotógrafos subaquáticos como Allan.

“Recentemente, iniciei um projeto no YouTube para divulgar minhas viagens e contar às pessoas, através de uma mídia acessível a todos, como é o estilo de vida de um mergulhador. Sem dúvidas, o mergulho no Abismo Anhumas ajuda a contar um pouco dessa história. Por isso, pretendo retornar a esse local em breve para fazer mais imagens”, conta o mergulhador.

O projeto de Allan Piccinin é bastante interessante, tendo já captado imagens em destinos do mundo todo. Para conhecer o canal, o “Eae Peixes”, e acompanhar os vídeos, clique aqui.

 

Estas foram algumas das características, através do olhar de um mergulhador experiente, sobre o Abismo Anhumas. O que você achou? Para descobrir mais sobre o atrativo, basta ficar ligado em nossos outros textos.

Author: