Blog Abismo Anhumas

8M: Mulheres que fazem o Abismo Anhumas acontecer

8M: Mulheres que fazem o Abismo Anhumas acontecer

06.03.2020.

A história do Dia Internacional da Mulher, sabemos, vai muito além do dizer “você é especial” e entregar flores a uma mulher. É o marco da luta por igualdade de gêneros no mercado de trabalho, por respeito por onde passam e por liberdade para serem o que quiserem.  Por isso, hoje, 8M, queremos falar de algumas das muitas mulheres que fazem o Abismo Anhumas acontecer e ser o que é.

Algumas, pois ainda há muitas mulheres, amigas, visitantes, empresárias, parceiras que são fundamentais para o ecoturismo no Brasil e no mundo. Confira a seguir:

 

Almira Dias Soares contagia a todos com o seu sorriso. É sócia-proprietária do Abismo Anhumas e responsável por diversos dos processos que incluem a gestão e o funcionamento do atrativo, referência internacional em Turismo Responsável, Ecoturismo e Segurança em Bonito, no Mato Grosso do Sul. Tem graduação em Agronomia e Zootecnia pela Faculdade Manoel de Carlos Gonçalves.

 

 

Alessandra Fernandes é co-fundadora e CEO da Soul Rebel Travel Marketing. Seu papel é fundamental para o Abismo Anhumas e para o ecoturismo no mundo, uma vez que que já passou pelos setores público e privado, em organizações como a Embratur, a Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul e a TAM Linhas Aéreas. Hoje, com mais 15 anos atuando com turismo, mantém o escritório nos Estados Unidos com o desafio de ampliar a participação da empresa e informações sobre o Brasil no mercado norte-americano.

 

Barbara Ataide, a Babbi, é quem encabeça a produção de conteúdo e o marketing digital do Abismo Anhumas junto com a equipe da Seppia. Vive em São Paulo, mas já era apaixonada pela caverna em Bonito antes mesmo de conhecê-la. É jornalista, especializada em gestão da comunicação empresarial, e hoje atua com pautas de ecoturismo, desenvolvimento sustentável e empoderamento feminino.

 

 

Clara Antunes é monitora de técnicas verticais, turismóloga por formação e especialista em gestão e planejamento do turismo. Também é guia de turismo e espeleóloga. Uma de suas atividades no Abismo Anhumas é atender os turistas estrangeiros pois fala inglês, que aprendeu em intercâmbios na Índia e na África do Sul.

 

 

 

Juliane Salvadori é consultora em Turismo, Cultura e Sustentabilidade. Hoje vive em Campo Grande, também no Mato Grosso do Sul, onde atuou como superintendente de turismo da Sectur e Diretora de Turismo na Prefeitura Municipal de Bonito. Ao longo de sua carreira, teve e tem importantes contribuições para o turismo regional, merecendo assim, todo o nosso respeito e singela homenagem e lembrança neste dia especial.

 

Kathlen Rickli também é uma de nossas monitoras de técnicas verticais. É biomédica e praticante de artes marciais, especificamente do jiu jitsu. Sua história com o Abismo Anhumas é de muito amor, pois é do interior do Paraná, visitou o Abismo, se apaixonou e resolveu morar em Bonito depois de formada na faculdade. Vive por aqui há quatro anos.

 

 

Lucila Egydio é apaixonada por alcançar a harmonia entre humanos e o meio ambiente, pois no fundo não enxerga esta separação. É consultora, tendo auxiliado o Abismo Anhumas em sua trajetória, e tem larga experiência na iniciativa privada e no poder público, atuando desde a parte operacional do turismo até programas macrorregionais envolvendo cooperação internacional. É Permacultora e Bioconstrutora (IPEC), pós-graduada em Ecoturismo (SENAC), graduada em Ciências Biológicas (USP) e Mestranda em Gerontologia (USP).

 

São anos e anos de parceria entre o Abismo Anhumas e Meire Guedes, nossa monitora líder ao lado de Valdomiro Morel. Ela tem mais de 17 anos de experiência e atuação com técnicas verticais, sendo pelo menos oito deles dentro do nosso atrativo. Imagine, então, por quantos visitantes ela foi responsável em receber? Além de coordenar todos os monitores que passaram por aqui. É claro que deveríamos agradecer!

 

 

A cada uma de vocês o nosso muito obrigado!

Author:

Arquivos